Meu original foi recusado. Porquê?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Meu original foi recusado. Porquê?

Mensagem por RaQuel em Sex Set 12, 2008 5:15 pm

Se a sua obra foi recusada, não se abale. Menos de uma em mil obras espontaneamente submetidas a uma editora são seriamente consideradas. Dependendo do motivo, é relativamente simples tentar novamente de modo mais eficiente.
Em geral há muitas razões para uma editora recusar um trabalho, que podem ser resumidas no seguinte: quem avaliou a sua obra achou que ela 1) não tinha qualidade suficiente; 2) não estava dentro da linha editorial da casa; 3) não venderia ou 4) prejudicaria a imagem da editora. Veja os raciocínios mais comuns por trás das devoluções de obras.

Falta de qualidade

Se você escreve sobre algo que conhece apenas superficialmente – por exemplo, se critica a política do ponto de vista de um cidadão, sem ser político ou ter experiência com essas pessoas; sem ser um pesquisador em ciências sociais – quase não tem chance de ser editado. A menos que tenha encontrado alguma coisa muito original ou engraçada para dizer sobre o assunto, o editor raciocina que a sua opinião é tão válida quanto a de qualquer outro leitor, e que portanto ninguém compraria um livro que bem poderia ter escrito também.
Se você envia um original datilografado em lugar de impresso, cheio de erros ortográficos, com correções a mão, em fotocópia apagada, suja ou amassada, a pessoa que faz a seleção tem a imediata impressão de estar lidando com um autor pouquíssimo profissional, e quase sempre despacha a obra de má aparência para a pilha a devolver. Veja como causar boa impressão na pergunta sobre a apresentação de originais.

Desacordo com a linha editorial

Linha editorial é a gama de assuntos que uma editora publica. Se você mandar livros de poesia para uma editora de assuntos esotéricos, será sumariamente recusado. Se submeter uma obra psicografada sobre Jesus a uma editora católica, seu original não será sequer lido. A grande maioria dos originais são devolvidos porque não se encaixam na linha editorial da empresa.

Tristes perspectivas comerciais

Um editor deseja vender seus livros. Se você apresenta uma obra de 400 páginas (que portanto será muito cara para produzir), é muito difícil que sua qualidade compense o risco de colocar à venda um livro com alto preço de capa.
Se você apresenta uma obra parecida demais com outra de sucesso, o editor em geral não arrisca entrar em competição com a que já é conhecida.
Se você envia um original sobre um assunto esquisito, para o qual um livreiro teria dificuldade em encontrar lugar em sua livraria, muito provavelmente o editor recusa ter que inaugurar todo um gênero só por causa de sua obra.
Se você, finalmente, escreve uma obra para a qual o editor não percebe um público-alvo, como por exemplo uma belíssima crítica sobre os periódicos japoneses (que quase ninguém no Brasil conhece), sua chance de publicação é muito baixa.

Baixa respeitabilidade

Às vezes, um material é bem escrito, oportuno, interessante mas sensacionalista demais, ou baseado em relatos pouco confiáveis, ou vulgar. A maioria das editoras preza muito a sua imagem, fugindo de obras que, mesmo com boas perspectivas comerciais, possam ser criticadas pelos jornais e revistas como superficiais, erradas ou falsas.
Aquilo que pode ser encarado como pornográfico, incitar à violência, ao racismo, ao sexo com menores de idade, a comportamentos perigosos ou a atos criminosos em geral também é imediatamente recusado
.

Fonte: http://www.escrevaseulivro.com.br/html/encontre.asp#7
avatar
RaQuel
Fundador do Site
Fundador do Site

Feminino
Número de Mensagens : 25
Emprego/lazer : Estudante e escritora
Data de inscrição : 10/09/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum